App BLITZ FM
Televisão

Record desbanca a Globo e leva maior parte das verbas do governo

Até o SBT desbancou a “Vênus Platinada”

15/04/2019 18h48Atualizado há 3 meses
Por: Wallace Maciel
Fonte: RD1
Gastos com publicidade do governo Bolsonaro, no primeiro trimestre, cresceram 63%; Record se beneficiou (Imagem: Divulgação)
Gastos com publicidade do governo Bolsonaro, no primeiro trimestre, cresceram 63%; Record se beneficiou (Imagem: Divulgação)

Se durante a campanha o presidente Jair Bolsonaro (PSL) defendeu concentrar sua comunicação na internet, e não mais nas “mídias tradicionais”, agora, parece que ele mudou de ideia. Isso porque, somente no terceiro trimestre de 2019, os gastos em publicidade do governo cresceram 63% em relação a 2018.

O aumento é comparado ao ano anterior e foi constatado em levantamento pelo portal UOL. Não bastasse o gasto, quem mais se beneficiou com isso foi a Record: canal com quem “namora” desde a campanha, a emissora ultrapassou a Globo e tornou-se o grupo de comunicação que mais recebeu verbas publicitárias do governo.

A mudança, no entanto, não é novidade: desde quando candidato, Bolsonaro já havia dito que reduziria drasticamente os repasses para a Globo, sua grande inimiga. É a primeira vez que a inversão de posições acontece. Além do canal de Edir Macedo, o SBT também deu um salto: agora, ela é a segunda emissora que mais recebe verbas.

Em números, o repasse fica sendo de R$ 10,3 milhões à Record, seguido de R$ 7,3 milhões do SBT e, depois, a Globo, com R$ 7,07 milhões. Toda entram nos R$ 75,5 milhões de gastos da Secretaria Especial de Comunicação (Secom) com publicidade institucional. Em 2018, o montante foi de R$ 44,5 milhões; em 2017, R$ 35 milhões.

Outro dado curioso foi o crescimento de faturamento publicitário da Record e SBT junto à Secom. Comparado a 2018, a Record teve aumento de expressivos 659%, enquanto que o canal de Silvio Santos observou 511%. Os veículos das Organizações Globo cresceram apenas 19%.

À publicação, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto disse que os pagamentos feitos no primeiro trimestre de 2019 não têm relação com ações de Bolsonaro, sendo pagamento de campanhas autorizadas e executadas em anos anteriores. Procuradas, Record e SBT não responderam.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Afrânio - PE
Atualizado às 05h56
18°
Muitas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 18°
18°

Sensação

26 km/h

Vento

77.4%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas